Minhas fotos na internet: O dilema

quinta-feira, agosto 21, 2014

Faz tempo que queria escrever um post como esse. Tinha que falar sobre esse assunto. O texto que se segue é meio que uma explicação sobre o fato de não se achar mais fotos minhas por ai, e nem nas minhas redes sociais. A história é longa, então pegue uma pipoca para assistir (ler na verdade) o drama alheio.

Não sou a pessoa mais bonita do mundo e nem estou me esforçando para melhorar a aparência. Fujo dessa questão de "padrão de beleza", depois de tanto ter tentando me adequar a ele no passado. Me contento com o fato de ter um corpo de estatura mediana e ser um pouco gorda. Ao contrário do que as pessoas pensam, não sou assim tão fotogênica. 60% das fotos que tiro, considero que sai feia. Os 40% que sai "bom" estou com uma aparência mais "aceitável".

Também nunca fui uma boa fotografa. Não sei se tenho propensão a ter mal de parkinson ou se é a qualidade do equipamento que manuseio que é ruim. 80% das minhas fotos tem qualidade de foco e cor ruim. Isso me frusta. Por isso adquiri a mania de começar a tirar a mesma foto mais de uma vez e escolher aquela a qual ao menos o foco ficou mais adequado. Edições de cores e cortes são realizados no photoshop.

Um exemplo de uma foto que será usada em uma postagem futura (A qual não vou dizer sobre o que se trata para não dar spoiler. Ela já foi escrita, está no rascunho, mas carece de uma revisão. Deus sabe quando será publicada...). Uma exemplificação da minha péssima habilidade com a câmera. A foto da esquerda foi a que ficou ruim e foi descartada, a da direita foi usada. Reparem que nas fotos do blog tento não mexer na cor para não alterar a fidelidade da visualização do item. Evito mexer na luminosidade, mas acabo fazendo quando se mostra extremamente necessário. O ideal é publicar as fotos com o mínimo de alterações o possível. 
Isto aconteceu MUITO comigo quando comecei a tirar as primeiras fotos de outfit. Quando comecei a usar moda lolita não ligava muito para algumas coisas como sempre manter, ao menos, o cabelo bem penteado. Sempre gostei de maquiagem, com a aparência da pele não tive problemas severos fora a oleosidade excessiva por meu rosto ser oleoso. As roupas são muito chamativas, então, no minimo, você têm de manter uma aparência de saudável/limpeza.

Foto antiga minha de um evento que ajudei com a decoração em 2010. Meu cabelo, a cara de cansada (felizmente coberta para manter o anonimato), e uma "careta" que fiz com olheiras visíveis, a qual a maquiagem não cobriu, estragaram o outfit todo.
Esses "selfies" ficavam com qualidade muito ruim. A foto, tirada de um tripé com a câmera programada para bater, acabava ficando com foco distante. Ou pior, ficava cheia de ruídos, não capturava a cor direito, e por ai ia... Enfim, nem uma edição severa no photoshop poderia salva-las. Era teimosa, insisti em salva-las e publica-las. Afinal era o único registro que tinha daquele outfit que vesti naquele dia e não era possível tirar outras fotos. Afinal acabei vendendo boa parte dos itens que usei nos outfits mais antigos.

Mais uma dessas fotos ruins usadas de exemplo. A foto original a esquerda e a edição porca a direita. 
Meus skills com foto manipulação são ruins e admito isso abertamente. A minha habilidade com a técnica de stock photo e renderização pode até ser regular (meu deviantart está ai para provar isso), mas não sei qual é o meu problema quando passo a lidar com fotos em si. Talvez seja por conta da escala de cores e de pixels. No stock photo consigo começar uma imagem do zero, escolhendo os elementos conforme meu gosto. Lido com uma palheta de cores limitada e renders que não são difíceis de trabalhar. Com fotos a coisa é mais complicada... É complicado editar, qualquer coisinha fora do lugar estraga a foto completamente. Também deve se ter algum cuidado na hora de aplicar algum filtro. Dependendo da cor e da iluminação ele no lugar de melhorar e destacar a foto acaba estragando tudo.

No começo pensava que sabia mexer com edição. Usava o Photoscape como todo o mundo, colocava umas molduras, mexia na cor e no brilho. Só piorou quando comecei a usar o Adobe Photoshop, até criar vergonha na cara, catar tutoriais na internet e entrar num curso. Curso o qual me demorei mal dois meses por perceber que eles só me ensinavam o que já sabia. '-' Foi dai que percebi que me dava melhor com algumas técnicas de stock photo do que com foto manipulação. Achava que as edições estavam boas e publicava por ai. Mas estavam ruins. :/ Ou as pessoas negativavam e corriam de perto da foto, ou as pegavam para fazer trollagem. É aqui onde eu realmente queria chegar.

Exemplo de uma das minhas primeiras edições com photoshop... Decisão horrível e infeliz de usar esses efeitos... Acabei lembrando agora de um certa foto... Coloquei em preto e branco, alterei a cor da iris para vermelho e usando a ferramenta de distorção fiz meus dentes se transformarem em de vampiro... Tosco...
Se aconteceu alguma trollagem de pessoas terem pegados minhas fotos na época que as publicavam no Lookbook, ou no deviantart, ou Tumblr e antigo fotolog que eu tinha, não fiquei sabendo. Até considero que tive sorte de ter participado da finada comunidade de hate lolita (a "Treta Lolita"), do recém falecido Orkut, sem ter ganhado nenhuma "treta" (como a gente chamava as montagens com fotos das lolitas cheias de textos de hate) enviada para mim. Mas ainda assim não escapei do bule.

As três mais notáveis ocorrências acontecerem em 2010 e 2013. Até antes de 2010, eu era uma pessoa que não gostava de publicar fotos pessoais na internet e tinha vergonha da minha aparência. (É nessas horas que agradeço o fato de lolita ter entrado na minha vida. Me ajudou com a aceitação da minha aparência.) A primeira grande ocorrência que tenho para contar, a qual infelizmente não tinha sido a primeira vez, foi quando "alguém", que poderia ter sido uma garota da comunidade lolita, publicou as fotos de um meeting que ocorreu aqui em Fortaleza no 55chan. Foram publicadas as fotos individuais das participantes e fotos em grupo. Seguiram-se vários comentários sexistas e de baixo calão, assim como ameaças de estrupo. Eu estava no meio, tinha comparecido ao meeting e tirado fotos. Uma das garotas que tinha ido ao meeting falou com um amigo hacker que possuía contatos nesse chan e conseguiu excluir o tópico com as fotos.

O segundo notável ocorrido foi quando participei de um grupo chamado Jojo's Bizarre Adventure BR, do Facebook. Estava rolando um meme, o qual no começo era super legal: se você fosse um personagem de Jojo, qual seria a sua stand? A brincadeira era legal. As regras eram escolher o nome da stand baseando-se em algum nome de banda, artista ou música. Dai você deveria dizer quais eram os poderes dela e qual era a aparência. A coisa foi tão longe que o pessoal começou a se desenhar com a stand do lado. Quem não desenhava, fazia uma montagem no toscoshop. Sem a minha autorização, fizeram uma montagem com a minha foto do perfil, utilizando o corpo de uma modelo qualquer. A pessoa agiu de má fé, mas no final ela acabou me pedindo desculpas. O porém é que acabei me desentendendo com essa mesma pessoa em outras ocasiões, não relacionadas ao assunto dessa postagem... Por isso escolhi deletar todas as minhas fotos pessoais do facebook por um tempo.

O terceiro exemplo dessa saga foi completamente inesperado. Havia acabado de entrar para a universidade em 2013 e estava completamente empolgada com aquele mundo novo que desbravava. Queria fazer amizade com meus colegas, mas não me sentia muito bem vinda por eles na maioria das vezes... E não me sinto até hoje. Ainda assim, insistia em sempre conversar com um grupo de quatro colegas gamers que sempre andavam juntos. Um deles não ia com a minha cara e demorei para perceber isso até receber várias e várias patadas consecutivas... Esse cara em questão decidiu fazer umas montagens para tirar uma onda com as fotos de um dos amigos desse grupo de quatro pessoal. Dai um outro colega meu pegou o ar e decidiu criar um grupo para pegar a fotos das pessoas da turma e fazer montagens com comentários, estilo meme. Foi bem legal no começo, era algo consentindo por todos e bastante engraçado. Todo o mundo levava na esportiva. O problema é que depois de um tempo de existência do grupo, as únicas fotos publicadas eram minhas.

Essa foto foi publicada no grupo. No começo era legal :/
Dai comecei a notar que tinha algo errado. Meu colega, dono do grupo, me contou do problema que esse cara tinha comigo. Me contou que ele tinha feito legendas piores nas minhas fotos, com conteúdo de ódio, e que felizmente colocou juízo na cabeça do cara para não publicar. De minha parte, tentei não ficar com raiva do cara, mas foi difícil ao menos não ter ficado triste. Não me lembrava de tê-lo ofendido para ganhar raiva gratuita, e parecia que a minha felicidade o incomodava. E assim o meu final de primeiro semestre foi para o lixo: além de ter tomado a medida de excluir todas as minhas fotos (de novo), passei a não falar mais nas aulas e me exclui da turma. No semestre seguinte, a minha professora de uma das minhas disciplinas concluídas no passado me questionou o porque de eu ter me isolado da turma. Como sou muito franca, contei a verdade. Ela me disse que se eu a tivesse contato a tempo ela teria dado alguma maneira de resolver, por que isso não se faz com os colegas. Estão vendo? Ficar calado não resolve nada! Espero que isso sirva de motivação para você leitxr, caso esteja passando por uma situação parecida a qual eu passei e ainda passo.

E para fechar o texto, gostaria de citar um ultimo caso, ocorrido recentemente. Até um tempo atrás eu possuía um Lookbook, onde postava a fotos dos meus outfits. Acabei deletando um tempo depois. O motivo foi ter poucas fotos de qualidade para postar ali. Estava passando vergonha com as minhas montagens ruins. O site tem a finalidade de mostrar fotos de outfits. Ele é geralmente usado por amadores, fãs de moda. Porém as edições e fotografias, na maioria das vezes, tinham uma qualidade muito profissional. No deviantART as coisas seguiam o mesmo "padrão de qualidade" do Lookbook. Isto é, se você quiser ter mais destaque. Fotos com qualidade ruim também são publicadas com muita frequência lá. Por conta do meu amadorismo achei inútil manter duas redes sociais para publicar fotos, então acabei passando tudo para o devianantART. A divulgação das fotos lá é até bem melhor por conta de possuir grupos destinados especificadamente a moda oriental. Estava tudo indo bem, até certo dia que publiquei a foto abaixo:

Censurado para manter o anonimato feliz. Meu rosto estava horrível nesse dia... A versão que foi originalmente publicada tinha uma leve edição de cor e brilho. E sim, foi tirada no mesmo dia da foto anterior do post...
Em cerca de cinco minutos meu inbox lotou com comentários. Estranhei bastante, afinal não havia enviado a foto para a divulgação e arquivamento nos grupos ainda. Abri a publicação para ler os comentários, e para minha surpresa, todos eram ofensivos e sexistas. Antes de me ofender procurei manter a frieza e saber como era a conta das pessoas que estavam comentando ali. Dei uma olhada no perfil e relatei que todos não possuíam nenhuma arte enviada, com página vazia. Voltei para minha imagem, procurando alguma opção para excluir o comentários, mas não tinha. Tudo o que podia fazer era parcialmente ocultar o comentário, não podia exclui-lo e nem bloquear os usuários. Decidi excluir essa e todas as fotos de outfits que tinha publicado na minha conta. Depois escrevi uma postagem para meu jornal do site que dá para ler clicando aqui.

Esse ultimo ocorrido me deixou profundamente triste e com medo do que o ser humano pode ser capaz. Não me sinto mais a vontade de publicar fotos minhas por ai, a não ser que censure meu rosto como fiz com as fotos dessa postagem. Por isso tanto no meu perfil pessoal do facebook como em qualquer rede social, pretendo de agora em diante fazer censuras parciais ou totais nas fotos que irão ser publicadas. Dá para perceber isso na foto da seção "Sobre" do blog, onde usei um óculos para não mostrar o rosto completamente.

Também vou procurar melhorar minhas habilidades em técnicas de tiragem e edição, para que possam surgir fotos com boa qualidade. Mesmo com fotos melhores não posso excluir a possibilidade desse tipo de coisa que relatei aqui acontecer novamente, porém vai ser muito melhor. Me sentirei mais confortável e satisfeita com as minhas fotos. E no final, é somente isso que importa.

You Might Also Like

2 comentários

  1. nossa, anne. que coisa triste e deplorável... pra você ver como temos essa falsa idéia de liberdade na internet. eu sinceramente ainda acho que você tem todo o direito de postar o que quiser e que se dane o resto, mas é compreensível o receio depois de passar por isso e você tem que fazer apenas o que se sentir confortável mesmo.

    eu sempre hesitei MUITO postar fotos na internet, nunca gostei da exposição e preferia muito mais tirar as fotos de outras pessoas do que sair nelas, mas eu me obriguei a acostumar, porque simplesmente não fazia muito sentido se empenhar na maquiagem e gostar de moda e não compartilhar o que se criava, já que tudo ficaria no nimbo se eu não o fizesse. é parte da minha profissão, né. mas também me ajudou no autoconhecimento, a estudar e avaliar os resultados.

    mas não é exatamente uma necessidade pra maioria, é só ver como as japonesas lidam com isso, grande parte dos blogs sempre tem os rostos censurados (hoje em dia parece que isso está mudando um pouco) para segurança e tudo mais, e quando mostram o rosto são "partes" deles. tenho algumas que admiro o estilo e são inspirações pra mim, sem eu nunca ter visto a cara...

    ...e muitas são fotos de celular de qualidade bem duvidosa. 6gtojrtgjiotg mas acho que no instagram, por exemplo, se é "permitido" fotos com resolução e clareza menor, mas que compensam de outras formas pra ainda assim terem algo de atraente. no caso, filtros e a plataforma onde são vistas... em um celular você não tem a mesma necessidade de ver fotos grandes como no deviantart e lookbook. e tem também um lugar que é bem mais democrático nesse sentido, como o tumblr. o que quero dizer é que eu acho que tem espaço para todos os tipos de "níveis" de fotografia, porque afinal de contas ninguém é obrigado a ter equipamento caro e iluminação milagrosa em casa. mas entendo a sua frustração com isso sim, a minha câmera atual já tem me irritado um bocado por não ter como sair as coisas da forma que eu queria. mas as fotos (e looks) toscos antigos eu não fico me martirizando não, na época era ok e fim. e agora que temos essa consicência de que podemos melhorar (sempre!) é o que não vai deixar a gente estagnar nesse passado.
    enfim, boa sorte com a faculdade e com tudo isso! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É complicado Rika... :/ Como eu sou admiradora de moda eu ainda tenho como me poupar, mas pra quem trabalha com moda eu imagino que deva ser dificil mesmo. Ainda posto as vezes algumas fotos no facebook e tumblr, mas ainda com muito medo do que vão fazer com as fotos.

      Quanto ao equipamento, eu entendo seu ponto. O problema é que eu tremo a mão demais. Eu até tinha um tripé que me ajudava, mas tive que vender pra comprar um maior (e ainda não pude fazer isso). Acho que com uns tutoriais de fotografia pela internet eu consigo melhorar a qualidade das fotos um pouco mesmo com uma camera de capacidade tão pequena.

      Eu agradeço pelo comentário, me desculpa e me desculpa a demora x.x

      Excluir

Leia antes de comentar:
Os comentários do Lightning Rose são moderados. Não serão aprovados comentários de natureza ofensiva; que não contenham nenhuma relação com o assunto da postagem; que contenham links externos de propaganda ou spam; ou que contenham números de documentos pessoais.

Para mais informações sobre como funciona a política do blog leia o FAQ.

Agradeço o seu comentário e volte sempre!

Facebook